Vendido

Beatriz Berman

Autoria: Beatriz Berman
Título: Acostada esperando (série Tábuas que não são da Lei)
Data: 1998
Dimensões: 150 x 50 x 10 cm
Material/Técnica: Pintura acrílica sobre tábua de passar de madeira antiga

Preço inicial: R$ 1.200,00

Descrição

Nascida em Buenos Aires, Beatriz Berman inicia seus estudos em 1962 na Escola Nacional de Belas Artes Manuel Belgrano e monta seu primeiro atelier e oficina de gravura num quarto nos fundos da casa dos pais. Em 1969 viaja a Israel realizando várias exposições em Tel Aviv, Jerusalém e Haifa, patrocinadas pela Embaixada Argentina no país. Deixa a Argentina em 1976, durante a ditadura militar, e fixa residência no Brasil. Nessa época o professor Pietro Maria Bardi, diretor do MASP, conhece seu trabalho e a convida a fazer uma exposição individual no museu.

Em 1980, realiza as capas dos livros Maldição a todos que leiam estas páginas e O Beijo da Mulher Aranha, de Manuel Puig, Editora Record. Em 1985, lança o livro Las viudas de Carlos Gardel. Ilustra o livro Ou isto ou aquilo de Cecília Meireles, editora Nova Fronteira. Realiza figurinos e cenografia de peças teatrais, em São Paulo e no Rio de Janeiro; faz os cartazes do 10º e 11º Rio Cine Festival – Festival Internacional de Cinema, Televisão e Vídeo.

“A artista plástica Beatriz Berman é daquelas que gosta de juntar quinquilharias. Quando viu uma tábua de passar roupa daquelas antigas na casa de um casal amigo gerou pânico na dupla. Beatriz é conhecida por não sossegar enquanto não tem o que gosta. (…) A pintora até agora trabalhava em aquarela sobre a tela e se encantou tanto pelas tábuas que mudou de suporte. Mesmo assim elas aparecem em posições heterodoxas.”

SCHITTINE, Denise. “Tábuas de passar tinta”. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro: 18 ago. 1998.



Outras peças

ATENÇÃO: Os lotes não vendidos continuam disponíveis para aquisição através de contato direto com a produção. Dispensar